People's Health Movement - Brazil Circle

The People's Health Movement is a global network of individuals and organizations fighting for a common cause: the right to health and health equity in the world.

The People's Health Movement was born in 2000, during the Assembly for the People's Health in Bangladesh. It origins in popular movements, in the work of health activists and at networks and organizations worried about the growing inequalities in the world. The People's Health Movement fights for the revival of the principles of the Alma Ata Declaration, which put the goal of Health for All by the year 2000 , and the review of international and national policies that have a negative impact on the people’s health and health systems.

 

Several countries are already organized, with strong activities related to various projects of the Movement, globally or locally, such as the International People's Health University (IPHU), the Global Health Watch and the WHO Watch.

 

In September 8 to 19, 2008, occurred the first IPHU course in Brazil, which was the eighth edition in the world. It was two weeks of intensive programming, with more than 50 participants from different countries (mostly Latin American), with exchange of experiences, discussion, critical analysis and strategic planning of activism projects. Shortly after the course occurred, connected with the activities of the XVIII World Congress of Epidemiology, the Pre-Congress Symposium "Primary Health Care in Brazil and in the World: The Role of Research, Advocacy and Social Mobilization". The Brazil Circle of The People’s Health Movement was officially launched during this Symposium. Several Brazilian organizations are composing since the Circle Brazil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

To be part of the PHM, the organization or person must endorse the People's Health Letter, which was drafted with the participation of thousands of people on the occasion of the first Assembly of People’s Health in Bangladesh in 2000. The Letter contains the principles of The People’s Health Movement, in relation to health, social justice and equity, which guides its actions globally. The Letter is available in Portuguese, just follow the link: http://archive1.phmovement.org/sites/archive1.phmovement.org/files/phm-pch-portuguese.pdf

 

Be part of this movement for a better world!

E-mail: [email protected]

 

O Movimento pela Saúde dos Povos – Brasil

 

O Movimento pela Saúde dos Povos (MSP - People’s Health Movement) é uma rede mundial de pessoas e organizações lutando por uma causa comum: o direito à saúde e a equidade em saúde no mundo.

O Movimento pela Saúde dos Povos nasceu no ano 2000, durante a Assembleia para a Saúde dos Povos, em Bangladesh. Suas raízes estão nos movimentos populares e no trabalho de ativistas da ‘saúde e de redes e organizações preocupadas com as crescentes desigualdades em saúde no mundo. O Movimento pela Saúde dos Povos luta pela revitalização dos princípios da Declaração de Alma Ata, que colocou a meta de Saúde Para Todos no ano 2000, e pela revisão das políticas internacionais e nacionais que estão impactando negativamente o estado de saúde das pessoas e os sistemas de saúde.

Vários países do mundo já estão organizados, com atividades sólidas ligadas a diversos projetos do Movimento, global ou localmente, como a Universidade Internacional Saúde dos Povos (IPHU), o Observatório de Saúde Mundial (Global Health Watch) e o Observatório da OMS (WHO Watch).

Em setembro de 2008, de 8 a 19, ocorreu o primeiro curso da IPHU no Brasil, que foi a oitava edição no mundo. Foram duas semanas de programação intensiva, com mais de 50 participantes de diversos países, principalmente latino-americanos, com destaque para as trocas de experiências, o debate, a análise crítica e o planejamento estratégico de projetos de ativismo. Logo após o curso, ocorreu, aliado às atividades do XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia, o Simpósio Pré-Congresso “Atenção Primária à Saúde no Brasil e no Mundo: Papel da Pesquisa, da Advocacia e da Mobilização Social”. O Círculo Brasil do Movimento pela Saúde dos Povos foi lançado oficialmente durante este Simpósio. Várias organizações brasileiras estão compondo desde então o Circulo Brasil.

Para fazer parte do MSP, a organização ou pessoa deve endossar a Carta pela Saúde dos Povos, que foi elaborada com a participação de milhares de pessoas na ocasião da primeira Assembléia pela Saúde dos Povos, em Bangladesh no ano 2000. A Carta contém os princípios do Movimento pela Saúde dos Povos, em relação à saúde, justiça social e equidade, que regem as suas ações globalmente. A Carta está disponível em português, é só acessar o link: http://archive1.phmovement.org/sites/archive1.phmovement.org/files/phm-pch-portuguese.pdf

Faça parte deste Movimento por um mundo melhor!

e-mail: [email protected]